domingo, dezembro 25, 2005

A Festa da Luz

As antigas culturas europeias eram adoradoras do Sol, e alguns lugares míticos, como Stonehenge, ainda nos mostram como os homens aprenderam a venerar a luz do Astro rei.
É por esta altura que, todos os anos, depois de termos chegado à noite mais longa, os dias começam a ser cada vez maiores até atingirem o ponto máximo no princípio do verão.
Este ano o solstício de inverno começou às 18.35 do dia 21.12, como sempre apenas para metade do planeta, enquanto na outra metade começa o solstício de verão.
Esta data sempre foi celebrada pelos povos antigos (do Oriente, egípcios, persas, gregos e romanos, estes, a partir de Júlio César) como sendo a época do nascimento do Sol e a sua expansão e crescimento como luz, calor, energia e inspiração.
Talvez não seja por acaso que a festa do Natal decorre nesta época em que um novo e igual ciclo vai acontecendo eternamente. Talvez as crianças, que são os nossos sóis em crescimento, precisem mesmo do nosso maior esforço e veneração para que os próximos ciclos sejam de ascensão.

2 Comments:

Anonymous Anónimo disse...

Qual é a referência bibliográfica?
Também concordo com uma maior veneração ás nossas crianças e à criança que fomos um dia e que transportamos dentro de nós.

1:44 da tarde  
Blogger jm disse...

Texto baseado no post O Mistério e a Fantasia , do blog Oficina das Ideias.

5:07 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home